telenovelas

em parceria com a Activa

Perfil

Novelas

Esta semana em 'Espelho d'Água', Rita conhece Kiko

Resumo semanal de 9 a 15 de junho da novela da SIC.

ana antonio bento

António está no barco de Rita quando alguém coloca um envelope por baixo da porta. A rapariga começa a chorar quando vê um bilhete de avião em seu nome e uma morada onde supostamente a sua mãe e o irmão vivem. Satisfeita, Sara conta a Fernando que Rita já recebeu a prenda que lhe enviaram. A jovem decide partir e o amado insiste em acompanhá-la, receando que se possa tratar de mais uma armadilha, mas ela recusa. Entretanto, António faz uma pesquisa na internet e percebe que a morada refere-se a um cemitério. Preocupado, vai atrás dela. Nos Açores, a filha de Luísa chega ao cemitério e uma criança entrega-lhe um bilhete com as campas onde os dois estão enterrados. Desolada, decide investigar. António chega e os dois ficam perplexos quando percebem que não há registos das mortes de Luísa nem Francisco. De volta ao cemitério, o funcionário confirma que aquelas pessoas não estão ali sepultadas. Intrigados, Rita e António decidem passear por São Miguel e têm um furo. Nesse momento, passa Kiko que lhes oferece ajuda. Nenhum imagina quem é o outro, mas Rita simpatiza logo com o rapaz.

ana antonio bento

Afonso e Fernando aproximam-se
O marido de Sara está decidido a conquistar o filho e consegue-o quando, ao saber do arraial para ajudar a pagar a viagem da amiga de Afonso, doa uma grande quantidade de dinheiro. Sara critica-o.

Tiago desconfia da mãe
Quando ouve uma conversa de Sara com o capitão do navio, Tiago apercebe-se de algo estranho e decide ligar a Vieira para tirar tudo a limpo. Este avisa Sara, que repreende o filho.

Pedro engana Sara
A empresária conversa com o pescador para se certificar de que ele continua disponível para participar em operações ilegais. O rapaz aproveita para lhe pedir dinheiro pela sua dedicação. Depois, liga a Horácio e conta que o seu plano deu certo. O amigo agradece-lhe a ajuda.

Lucinda vinga-se de Sofia
A mulher de Horácio vai fazer queixa de Sofia a Sara, acusando-a de abuso de autoridade. A patroa fica irritada e despede-a. Furiosa, no arraial, Lucinda acusa Sofia de a ter tramado e atira-lhe um bolo.