telenovelas

em parceria com a Activa

Perfil

Novelas

Maria João Mira: A Kelly é a Luz!

A autora da novela ficou muito contente com a prestação da protagonista e elogiou todo o elenco.

Assim que terminou de escrever os últimos capítulos de “A Herdeira”, Maria João Mira começou a dedicar-se a tudo o que não fez ao longo deste ano em que se dedicou à trama. Encontrámo-la na ModaLisboa, entre o público do desfile de Filipe Faísca.


Já terminou de escrever a novela. Podemos contar com um final feliz?
Para alguns há finais felizes e para outros há castigos.

É um alívio chegar ao final de uma história?
Não o sinto como um alívio. É o fim de uma etapa.

Teve pena, então?
Temos sempre pena de nos separarmos das personagens de que gostamos.

Kelly Bailey estreou-se como protagonista nesta novela. Que tal o seu desempenho?
Adoro a minha querida Kelly. Gostei imenso do trabalho dela. Ela é a Luz que nós imaginamos. Aliás, gostei de todo o elenco. Pedro Barroso, Lourenço Ortigão, Paulo Pires. Eles estão todos bem.

Alguns dos atores pediu o seu final?
Ninguém pediu o final. Conversámos algumas vezes. É um trabalho de equipa. E o final depende também do que os atores fazem durante a novela.

A etnia cigana foi um dos temas da trama. Como reagiu o público?
As pessoas que achavam que não se podia fazer uma novela sobre a comunidade cigana estavam enganadas. Teve uma aceitação enorme, como provam as audiências.