telenovelas

em parceria com a Activa

Perfil

Novelas

Cláudia Vieira: “Só agora nos aproximámos das pessoas”

A Teresa de “Paixão” admite que a novela era mais elitista, algo que mudou na segunda temporada.

Uma declaração inesperada. Cláudia Vieira admitiu à TeleNovelas que só agora, na segunda temporada, “Paixão”, da SIC, começou a conquistar os portugueses.
A Teresa da trama defendeu que, no início, a novela era mais elitista. “Felizmente, a história foi crescendo nas audiências. Tem um enredo forte, mas se calhar não era um com que os portugueses se identificassem assim tanto, com famílias muito ricas. Elas existem, mas nós não temos muito contacto com elas”, disse a atriz, à margem do relançamento da revista “Women’s Health”, de que fez capa. Com a chegada da 2a temporada, a opinião mudou radicalmente. “A nova fase ganhou uma dimensão que se aproximou muito mais dos portugueses”, defendeu.
Na opinião de Cláudia, “o elenco é brutal, as cenas são incríveis e as interpretações geniais”. Quanto à sua Teresa, “ela começou por ser uma personagem que vivia para cuidar dos outros e nunca perdeu essa característica. Mas decide tomar umas quantas atitudes que vão ter consequências intensas e dramáticas na vida dela”. Depois de trocar uns beijos quentes com Camila (Inês Aires Pereira), ela vai viver um grande amor com a personagem interpretada por Patrícia Tavares. “Ela apaixona-se e essa paixão também é um tanto ou quanto revolucionária!” Cláudia Vieira vai gravar até final de maio, altura em que espera descansar e “aproveitar o verão”.
“Não estou arrumada!”
À beira de completar 40 anos, no próximo mês de junho, a atriz é a capa da renovada edição da “Women’s Health”, na qual surge em grande forma. O segredo? Cláudia desvendou-o: “Quando o convite surgiu pedi para adiarem um bocadinho só para eu fazer umas sessõezinhas de ginásio e massagens. Nós, mulheres, temos tendência para ter celulite, flacidez e a resposta que o meu corpo tem quando faço exercício físico é gigante! Fiz uns quantos treinos com um personal trainer para definir e tonificar, e umas massagens”. Cláudia deixou, a seguir, um recado: “Não estou arrumada!” E acrescentou que ser capa da revista “faz muito bem o ego” e aconselha as outras mulheres portugueses a “mexerem-se e a conhecerem-se”. Aos 39 anos, jura: “Sinto-me muito mais segura e confortável do que aos 25 anos!”