telenovelas

em parceria com a Activa

Perfil

Novelas

Margarida Vila-Nova feliz com desfecho da novela: "Foi um fim bonito"

A TeleNovelas falou com a protagonista de “Paixão” que não escondeu a emoção ao terminar um projeto em que fez muitos amigos.

Jose Oliveira

Ainda vestida de noiva, depois de várias horas a gravar as cenas do casamento de Luísa e Miguel de “Paixão”, Margarida Vila-Nova não conseguiu esconder o cansaço e a emoção quando se juntou aos jornalistas para fazer um balanço. “Para muitos de nós, este foi o último dia de gravações, por isso, não podia acabar da melhor forma.” Com praticamente todo o elenco reunido no areal para a sequência final, não faltaram abraços, lágrimas e agradecimentos entre todos aqueles que durante quase um ano trabalharam na novela. Incluindo a equipa técnica, que levou os atores “ao colo”. “Foi um fim bonito e simbólico, junto dos meus colegas, que foram os meus braços esquerdo e direito, um porto seguro e um ombro amigo.”
Amizades que ficam
Entre esses colegas, destacou Albano Jerónimo, sem esquecer Marco Delgado e Joana Solnado, que a “ajudaram diariamente”. Com a trama a despedir-se do público, o que realmente levará consigo são as relações com os colegas. “Há amizades que se constroem e claro que fiz amigos aqui, como a Débora Monteiro e a Oceana Basílio, dois nomes que guardo com carinho.”
Ao longo dos vários meses de trabalho, a atriz queixou-se diversas vezes de cansaço e por brincadeira revelou até os seus problemas de memória. “No outro dia, queria dizer o nome da minha personagem e nem sequer me lembrava!”, contou, a rir. “Devo ter alguma dislexia com os nomes, mas é algum cansaço também. Talvez este tenha sido o pior inimigo deste projeto...”. Apesar disso, não podia estar mais satisfeita. “Os trabalhos são sempre intensos e isso acontece em qualquer profissão desde que desempenhada com paixão e brio.”
Na rua, Margarida sentiu o calor do público, mas aquilo a que achou mais piada foi a reação das crianças quando a viam em carne e osso. “Diziam-me que sou pequenina e magrinha!”, explicou, divertida. “As crianças são assim, não têm filtros.”
Sobre o fim que os autores da novela deram à sua personagem depois de tantas tragédias, mentiras e sofrimento, a atriz assumiu-se muito satisfeita com o casamento de Luísa e Miguel: “Gostei da ideia de tudo acabar na praia, que foi precisamente onde tudo começou”.
Agora, é tempo de descansar e aproveitar a sua casa no Alentejo, onde gosta de desfrutar da companhia dos filhos e dos amigos. De “Paixão”, leva apenas uma recordação, “a chávena em que a Luísa bebia chá”.
Uma amizade especial
Com o trabalho finalmente terminado, Margarida e Albano Jerónimo eram a imagem da felicidade, dominados pela certeza do dever cumprido
ao fim de 11 meses de gravações.
Em jeito de confissão, a atriz revelou: “É importante termos o colega certo ao nosso lado, um colega que é generoso na sua contracena e na vida”.