telenovelas

em parceria com a Activa

Perfil

Novelas

Ágata não esconde tristeza: "Sinto-me sempre só"

Muita tinta tem corrido sobre o casamento da cantora com o pai do filho mais novo. A artista conversou com Fátima Lopes e fez algumas confidências sobre o, ainda, marido.

Silvia Santos

Ágata é um nome incontornável da música portuguesa. Depois de uns anos afastada dos holofotes, a cantora voltou a ser notícia não pelas razões que gostaria: além de o filho mais velho, Marco, ter estado envolvido num processo por violação e de ela ter enfrentado um cancro, a cantora deu a entender que o seu casamento já viu melhores dias. Em entrevista a Fátima Lopes para o programa “Conta-me Como És”, da TVI, Ágata relembrou alguns momentos (e pessoas) marcantes da sua vida e confessou estar a recuperar de um período de grande solidão.
“Venho depois de tudo”
Sobre o passado recente em que se manteve longe da música, a cantora revelou ter estado “desmotivada”. No entanto, rapidamente percebeu que a sua vida “é a cantar” e logo afastou da ideia retirar-se: “É essencial estar com muita gente para não sentir este vazio”. Quando foi questionada sobre as verdadeiras razões que a mantém neste estado de tristeza, Ágata foi transparente e revelou: “sinto-me sempre sozinha”. E não teve papas na língua ao atribuir as culpas ao seu marido, Francisco Carvalho. “Não me sinto amada”, ressalvou, prosseguindo: “Ele é uma pessoa fria e muito focada no trabalho. Eu venho depois de tudo”.
“Mãe de todos” e assumidamente “preocupada mais com os outros” do que consigo, a cantora considerou estar na altura de pensar mais em si e “deitar fora o que não interessa”. “Sinto que esse buraco [no peito] está a um passo de ser preenchido”, justificou sem esconder que neste momento ainda se sente “muito perdida”: “Preciso de absorver outro tipo de energias para atrair outras coisas que me estão a fazer muita falta, como por exemplo trabalho e novos amigos!”.
Zanga em família
Durante a entrevista foram vários os amigos e elementos da família que quiseram dar o seu testemunho sobre a relação que têm com a cantora e, até, sobre a pessoa que é. Entre eles, esteve o sobrinho, Sérgio Rossi. Embora emocionada com o depoimento do irmão de Romana, a intérprete de “Perfume de Mulher” não esqueceu que está “zangada com ele”. “Sei que tenho de perdoar porque também erro e não gosto de ter rancor por quem quer que seja.” No entanto, Sérgio parece ter tomado uma atitude que não agradou à entrevistada de Fátima Lopes. “Ás vezes tem uma boca rota, só diz asneiras”, justificou.
Saudades dos pais
Há cerca de oito anos, Ágata pensou deixar os palcos. Por altura da morte da mãe, a cantora considerou dedicar-se por inteiro à família e não o fez por respeito e em memória da progenitora. “Foi ela que me deu esta vida; foi um sonho que ela quis para ela mas que não conseguiu realizar porque foi mãe com 16 anos”, revelou, saudosa. Ciente dos “muitos sacrifícios” que os pais fizeram para que seguisse com esta “dádiva”, a artista que lançou um álbum este mês, não cedeu e continua a levar a sua música de lés a lés.