telenovelas

em parceria com a Activa

Perfil

Novelas

Não perca em 'A Teia': Vera é eletrocutada

Depois de recordar o momento em que assassinou uma mulher no passado, a vilã embebeda-se e vai tomar banho. Quando a cunhada entra na casa de banho, vê-a morrer.

É uma das grandes vilãs da série da TVI e vai ter um final à altura. Após muito investigar, e certa de que Tiago é o assassino, Vera vai ser vítima da própria figura-mistério. Em casa, a agente recorda o momento em que matou, ainda que por acidente, Fátima. Tensa, bebe sem parar. No dia seguinte, acorda ressacada e vai à casa de banho vomitar. Depois, decide tomar um banho de imersão. Entediada, despe-se e entra no banho, ficando submersa com os olhos abertos.
Instantes depois, Joana, que foi a casa para ter uma conversa com a cunhada, não a encontra e acaba por ir parar à casa de banho. Bate à porta. Como ninguém responde, abre-a. Ao acender a luz, vê Vera a ser eletrocutada pelo secador de cabelo que está dentro da banheira e que foi acionado no momento em que ligou o interruptor. Em choque, a mãe de Gonçalo grita. Ainda tenta medir-lhe o pulso, mas percebe que a outra está morta e larga-a, aterrorizada. A correr, vai ao encontro de João Maria, que a espera. Conta-lhe tudo o que se passa e diz-lhe que não tem nada que ver com aquele crime. O rapaz conforta-a e promete testemunhar a favor dela, longe de imaginar que foi o assassino que voltou a atacar.