telenovelas

em parceria com a Activa

Perfil

Saúde

A partir de que idade a minha filha pode usar maquilhagem?

O dr. Pedro Vasconcelos responde!

Choreograph

De vez em quando, a minha filha de 14 anos quer usar as minhas maquilhagens. Aplica base, rímel, já coloca verniz nas unhas e eu não sei se isto a pode prejudicar. Tenho medo que venha a ter problemas de pele. Quais são os cuidados de base que deve ter para ter uma pele saudável e livre de problemas? Liliana, por e-mail
Ao longo de vários milénios, a maquilhagem tem sido usada para disfarçar imperfeições, realçar a beleza ou assinalar ocasiões especiais ou festivas. Nos últimos dois séculos, tem sido maioritariamente utilizada pelas mulheres, para reforçar a sua “feminilidade”. A maquilhagem está de tal forma enraizada que as meninas gostam de brincar com cosméticos, maquilhando-se a si e às bonecas. Muitas adolescentes, em pleno desenvolvimento e afirmação da sua identidade feminina, apreciam a utilização de make up para parecerem mais adultas e bonitas. Estes comportamentos são considerados normais.
Sucede, porém, que a pele das adolescentes é alvo de importantes alterações de natureza hormonal, visto ser nesta fase da vida que as hormonas sexuais começam a produzir efeitos assinaláveis no organismo, dando início aos ciclos menstruais e ao aparecimento das características corporais da mulher adulta. Uma das principais ações daquelas hormonas na pele é a produção do sebo, uma secreção cutânea oleosa que atua como um dos fatores que levam ao aparecimento da acne. Por este motivo, a utilização de maquilhagem aos 14 anos deve ser criteriosa, porque os cosméticos poderão desencadear ou agravar uma acne pré-existente. Assim, a make up deverá ser “oil free” e de marcas de laboratórios dermocosméticos (habitualmente vendidos em farmácias ou parafarmácias). Infelizmente a variedade de cores e texturas não costuma ser tão grande como nas marcas de perfumaria. Muitas adolescentes recorrem a bases para disfarçar as lesões de acne, o que pode agravar os quadros dessa doença. Na abordagem da doença, deve preferir-se o seu tratamento médico. Outro aspecto clínico importante são as dermites de contacto. A pele das adolescentes é sensível, podendo sofrer irritação ou alergia ao contactar com base, blush, etc., pelo que o uso destes artigos deve começar gradualmente e com moderação.