telenovelas

em parceria com a Activa

Perfil

Saúde

Saiba se os estalos do maxilar são normais

O dr. Pedro Ferreira Lopes explica.

iStock

Quando passo com a língua nos dentes da frente do maxilar superior, eles fazem um pequeno barulho de estalo, mas não sinto dor e não vejo nenhuma fratura. O meu dentista diz que está tudo normal, só que, mesmo depois da limpeza, continuo a ouvir os estalos. O que poderá ser? Patrícia, Lisboa


Cara leitora, o seu caso, exposto assim, é difícil de avaliar. Somente numa consulta e na presença de exames conseguirei perceber o que está na origem da situação. No entanto, esses estalos podem estar relacionados, por exemplo, com a perda óssea com consecutiva mobilidade dentária. Este problema atinge bastantes portugueses em diferentes faixas etárias e nem sempre a sua causa é osteoporose ou diabetes. Também pode ser causado por maus hábitos de saúde oral. Uma forma simples de explicar é dizer que a perda óssea dentária acontece quando o osso de sustentação dos dentes diminui, deixando estes inseguros na sua base. Porém, a perda óssea dentária é algo muito mais complexo.

Quais as características da perda óssea dentária?
• Geralmente é causada pela periodontite
• É algo crónico, mas indolor
• Há deslocamento e recolhimento das gengivas
• Por causa do recolhimento e deslocamento, formam-se bolsas periodontais
• Há inflamação da gengiva
• Há reabsorção óssea
• Se não for tratada, pode levar a infeções


Sintomas:
• Infeções na boca
• Formação de espaços entre os dentes
• Enfraquecimento dos dentes, como se estivessem soltos; inclinação e rotação dos mesmos
• Diferença na mordida, em relação a como era antes
Em qualquer destes casos, deve consultar o seu dentista.

Como evitar a perda óssea dentária?
Manter a saúde oral é essencial. Para isso, deve: escovar de forma correta e com frequência os dentes; utilizar o fio dentário após a escovagem; ir ao dentista periodicamente para realizar limpezas e manutenção de cáries; manter uma dieta saudável, rica em nutrientes e vitaminas. A realização de exames simples, como raios X e exames hormonais (principalmente para as mulheres), podem detetar o problema.
Tratamento
Uma vez perdido o osso dentário, ele provavelmente não irá crescer novamente, o que faz com que seja necessária a inserção de um enxerto ósseo através de uma pequena cirurgia. Após este enxerto, o paciente costuma recuperar em duas semanas. No entanto, e dependendo do doente, os resultados positivos só poderão ser vistos dentro de três a seis meses.