telenovelas

em parceria com a Activa

Perfil

Saúde

Saiba como definir o seu tipo de pele

O dr. Pedro Vasconcelos explica!

stock_colors

Há cremes para pele seca, mista e ressequida. Julgo que a minha é seca, porque até chego a sentir comichão na cara se me esqueço de colocar o hidratante e, em geral, uso todos os dias no corpo senão começa a descamar, mas não tenho a certeza... Qual a diferença entre estes tipos e como descobrir? Que cuidados devo ter se a minha pele é mesmo seca? Juliana, por e-mail

Pelo que conta, a sua pele deverá ser tendencialmente seca. Neste caso, são muito frequentes as queixas de comichão, ardor, sensação de “repuxamento” ou descamação cutânea, mesmo que não se observe vermelhidão nem outras alterações. A distinção entre pele seca, oleosa ou normal não é fácil de fazer. Na verdade, a pele das diferentes zonas do corpo pode ser muito diferente. Certas áreas tendem a apresentar maior oleosidade, nomeadamente o couro cabeludo, a região frontal e central da face, a dorsal ou a área correspondente ao esterno (a meio do peito). Uma pessoa pode ter pele muito oleosa no couro cabeludo e na face, por exemplo, e ter a das mãos e das pernas muito seca. Por norma, as áreas oleosas tendem a manter-se melhor hidratadas, pois uma das principais funções do sebo (uma secreção oleosa que recobre a superfície da pele) é precisamente manter a humidade na camada cutânea superficial, impedindo a sua descamação e fissuração. Apesar de contribuir para uma pele mais hidratada e macia, a oleosidade cutânea pode ser considerada como algo inestético, pois confere um certo brilho à pele e aderência aos cabelos, o que pode ser interpretado como falta de limpeza.
Os cremes hidratantes (ou emolientes) e os produtos de higiene devem ser específicos para cada tipo de pele, podendo diferenciar-se em dois grupos: para a face e para o corpo.
A pele seca é muitíssimo frequente, sobretudo no corpo. A secura cutânea pode ser potenciada por hábitos de higiene corporal que não são os mais apropriados no sentido de manter uma boa hidratação. Em Portugal as casas não são bem aquecidas e as casas de banho, em particular, costumam ser extremamente frias. Muitas pessoas habituam-se desde a infância a tomar duche com água muito quente e de forma prolongada. Uma forma de corrigir isto é aquecer a casa de banho antes do banho. É ainda frequente usarem-se produtos de limpeza do corpo com ação detergente muito marcada. Todos estes fatores contribuem para remover grande parte da camada de gordura protetora natural da pele, tornando-a ressequida e descamativa. São recomendados os óleos lavantes de duche, devendo ser aplicado logo a seguir ao banho um bom creme hidratante em toda a pele. Nas mais secas, a aplicação de hidratante deverá ser feita pelo menos duas vezes por dia.