telenovelas

em parceria com a Activa

Perfil

Sexo

Consultório: O desejo pode desaparecer?

O dr. Quintino Aires responde!

TELENOVELAS

iStock

Separei-me há dois anos e nunca mais estive com ninguém. Na verdade não sinto nenhuma espécie de desejo sexual. Disseram-me que se não fizer amor com frequência o apetite sexual pode desaparecer. É verdade?
Susana, por e-mail

Nos animais não humanos o desejo está controlado completamente por hormonas. Por isso, não há possibilidade de que a vida desse animal se alheie das atividades relacionadas com a reprodução nem de “fechar os olhos” ao desejo quando aparecem os estímulos adequados. Mas nos humanos, graças à enorme evolução cerebral, as hormonas têm um efeito mínimo e a atividade e interesse sexuais estão também dependentes das atitudes e orientações na vida da pessoa. Na verdade, o corpo continua a precisar de uma prática sexual continuada, mas a consciência daquela pessoa parece não se lembrar nem se aperceber. Alguns cientistas que estudam este fenómeno referem que por vezes aparecem algumas doenças físicas e psicológicas, o que faz pensar que essa desatenção da consciência deve ser evitada. Portanto, sim, pode parecer que o desejo sexual desaparece quando a pessoa se afasta muito tempo do sexo; mas parece que não é muito saudável que assim aconteça.